Seja bem-vindo
Paraíso das Águas,17/06/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Jovem de 17 anos sofre colapso pulmonar por uso excessivo de vape

Kyla Blight, 17 anos, era usuária de vape há dois anos. A jovem inglesa vaporizava o equivalente a 400 cigarros por semana


Jovem de 17 anos sofre colapso pulmonar por uso excessivo de vape

Uma adolescente de 17 anos, da Inglaterra, sofreu um colapso pulmonar devido ao uso excessivo de vape. Kyla Blight, 17 anos, estima que tragava até 4 mil vezes por semana, um consumo equivalente a 400 cigarros.

Kyla foi levada às pressas para um hospital de Newcastle, na madrugada de 11 de maio, depois de desmaiar e ficar pálida enquanto estava na casa de uma amiga. O pai da adolescente, Mark Blight, contou a história da filha no Facebook para alertar outros jovens sobre os riscos do cigarro eletrônico.

Segundo Mark, os médicos contaram que uma pequena bolha de ar se desenvolveu na parte superior dos pulmões da inglesa. A vaporização excessiva pode ter feito com que a bolha estourasse, levando a jovem a ter o colapso pulmonar.

Kyla passou por uma cirurgia de cinco horas e meia para remover parte do pulmão e precisou ficar internada por duas semanas antes de voltar para casa.

Mark Blight/ Redes sociaisFoto colorida de adolescente e pai de máscara facial - Metrópoles
Kyla e Mark Blight

Uso do vape na adolescência

Pela rede social, Mark disse que a filha usava vape escondida desde os 15 anos.

O vício da jovem só foi descoberto em 2023, quando Kyla foi levada às pressas a um hospital com sintomas semelhantes ao de um ataque cardíaco. O exame de raio-X mostrou que ela tinha um buraco no pulmão após a formação de uma bolha.

Em fevereiro deste ano, ela foi novamente ao hospital para fazer exames e os médicos disseram que a situação estava controlada. No entanto, em maio, a bolha estourou, causando o colapso do pulmão.

“Ela estava na casa de uma amiga quando recebi um telefonema às 4 da manhã informando que havia desmaiado e ficado azul. Foi assustador para mim, chorei como um bebê. Estive no inferno e voltei nas últimas semanas”, lembra Mark.

Depois do susto, Kyla jurou ao pai que nunca mais usará cigarros eletrônicos. “Sinceramente, pensei que eles eram inofensivos e não fariam nada a ninguém, embora já tivesse visto tantas coisas sobre isso, sentia que todos tinham a mesma opinião. Mas agora não vou mais chegar perto deles. A situação realmente me assustou”, contou a jovem ao jornal The Sun.

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!







COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.