Seja bem-vindo
Paraíso das Águas,21/07/2024

  • A +
  • A -
Publicidade

Cirurgião plástico é preso suspeito de matar esposa durante procedimento

Benjamin Jacob Brown foi preso após sua esposa, Hillary Ellington Brown, sofrer complicações durante uma cirurgia

Fonte: Terra
Cirurgião plástico é preso suspeito de matar esposa durante procedimento Foto: Reprodução/Redes sociais

Um cirurgião plástico foi preso, na última segunda-feira, 17, suspeito de matar a própria esposa durante um procedimento realizado em sua clínica, na Flórida, nos Estados Unidos. Benjamin Jacob Brown teria permitido que suas assistentes chamassem o resgate somente mais de 10 minutos depois de Hillary Ellington Brown sofrer complicações durante a cirurgia. 

De acordo com o site Pensola News Journal, o caso ocorreu em 21 de novembro de 2023 e é investigado pelo Departamento de Saúde da Flórida. Em meses de apuração, foi descoberto que Ben esperou de 10 a 20 minutos para chamar o 911, após a esposa ter uma parada cardíaca enquanto passava por uma série de procedimentos, como lipoaspiração dos braços, injeções labiais, plicatura muscular e ajuste de orelha.

A cirurgia ocorreu em seu consultório, na Brown's Restore Plastic Surgery, em Gulf Breeze. Ela chegou a ser resgatada com vida e ficou em coma por uma semana, mas não resistiu. Benjamin foi acusado de homicídio doloso de segundo grau e homicídio culposo por negligência culposa.

Conforme a ordem de emergência, ele teria demorado demais para iniciar o protocolo de reanimação e não tinha equipamentos disponíveis em seu consultório para salvá-la. Além disso, o médico também não teria seguido com o protocolo médico adequado ao administrar sedativos, como lidocaína, o que acabou levando à morte da esposa. 

Hillary, que não era médica, preparou seu próprio anestésico. O laudo também apontou que a mulher mostrou sinais de toxicidade por lidocaína durante a cirurgia antes de parar de responder, mas Ben continuou a administrar a droga e a operá-la.

A mulher era mãe de três filhos pequenos, de 4 a 8 anos, de um casamento anterior. Seus pais e amigos a descreveram como uma mãe amorosa e dedicada. Após sua morte, os três filhos de Hillary foram morar com o pai.

Hillary estava casada com Benjamin desde 2022. Eles tinham um relacionamento “volátil”. O pai e os amigos de Hillary disseram que havia indícios de que o médico estava infeliz em seu casamento, mas que ela estava relutante em se separar e queria fazer o relacionamento deles dar certo.

Ao site, o pai dela, Marty Ellington, afirmou que o cirurgião parecia mais preocupado com dinheiro do que com a vida dela, enquanto a vítima ainda estava no hospital. 

“Ele me enviou uma mensagem dizendo que precisávamos ter certeza de que a hora da morte dela seria antes do dia 30, porque os benefícios do seguro desapareceriam e meus netos não receberiam parte do seguro de vida.”

Fonte: Redação Terra





COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.