Padrasto mantém criança de 10 anos em cárcere e a estupra durante quatro dias em MS

Menina foi resgatada pelo Conselho Tutelar e a polícia

Por Fernando Brito 11/05/2021 - 15:39 hs

O Conselho Tutelar e a polícia de uma cidade a oeste de Mato Grosso Sul teve de resgatar uma menina de 10 anos, que foi mantida em cárcere por cerca de quatro dias pelo padrasto de aproximadamente 40 anos, que estuprou a criança sistematicamente.

O crime aconteceu quando a mãe da meninha se separou do homem, que acabou mantendo a criança em casa se recusando a entregá-la a mulher deixando apenas que uma das irmãs fosse levada. Consta do inquérito que o homem ameaçou de morte tanto a criança como também de matar a mãe dela.

Já sozinho com a criança, em novembro de 2010, o homem tapou a boca da enteada e a estuprou, o que aconteceu nos dias seguintes. A criança foi abusada por três dias. Ressalta a vítima, que nunca contou para ninguém do que acontecia, por que se sentia envergonhada e com medo do autor, pois era muito violento, e que sempre foi agressivo e batia nela e na mãe.

Após três dias de cárcere, a criança acabou resgatada e o homem preso em janeiro deste ano, mesmo com a denúncia sendo oferecida em maio de 2017. Ele ainda não passou por julgamento.

Midiamax