Com máscaras e professores vacinados, alunos de MS voltam às salas nas próximas semanas

Paraíso das Águas ainda está com os educadores parcialmente vacinados com a Dose 01. Com previsão de retorno das aulas na rede estadual de ensino, a partir de 2 de agosto.

Por Fernando Brito 09/07/2021 - 14:07 hs

Em poucas semanas, os alunos de Mato Grosso do Sul deverão retornar às salas de aula, isso porque será iniciado o retorno escalonado das aulas presenciais na rede pública do Estado. As escolas estaduais retornarão a partir de agosto, já as escolas municipais de Campo Grande devem retornar no mês de julho.

Nas duas ocasiões, os alunos e professores receberão EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) como máscaras para a participação das aulas. Álcool e sabão também estarão disponíveis para limpeza das mãos. Vale lembrar que os profissionais de educação já foram vacinados contra a covid-19.

Escolas municipais de Campo Grande

As aulas presenciais para os alunos da Reme (Rede Municipal de Ensino) serão retomadas no dia 26 de julho, com escalonamento no horário de entrada e ocupação de 30% a 50% das salas nas escolas, de acordo com a metragem do espaço para manter o distanciamento físico necessário para evitar a disseminação da covid-19.

Conforme a Semed (Secretaria Municipal de Educação), os horários de entrada e saída dos estudantes serão adaptados. Confira:

  • Educação infantil (alunos com 5 anos), as entradas serão às 7h e às 13h.
  • Ensino fundamental I (do 1° ao 5° ano), entradas às 7h15min e às 13h15min.
  • Ensino fundamental II (do 6° ao 9° ano), entradas às 7h30min e às 13h30min.
  • Em relação às saídas, serão antecipadas: às 10h, para os alunos do matutino, e às 16h, para os do vespertino.

Ainda conforme a Semed, será obrigatório o uso de máscara de proteção individual. Cada aluno vai receber duas máscaras. Já os professores e assistentes de educação infantil das Emeis também terão avental e face shield. Álcool 70 e sabão líquido para lavagem das mãos também estarão disponíveis para alunos e servidores das escolas.

"Todos os trabalhadores da educação passaram ou vão passar, antes do retorno presencial escalonado dos alunos, por treinamento psicossocial, emocional e de biossegurança", informou a secretaria.

Escolas estaduais

Os alunos das escolas públicas estaduais deverão retornar com o ensino presencial no dia 2 de agosto, após o período de recesso escolar, que ocorre entre os dias 2 e 16 de julho. Após este período, os alunos retornam com as atividades remotas (de casa) até o dia 30 de julho, no dia 2 de agosto será o início das aulas presenciais.

A quantidade permitida de alunos nas escolas se dará segundo a classificação do município no mapa prosseguir. Confira:

  • Em grau “extremo” (bandeira cinza), 30% dos estudantes presentes em sala;
  • Em grau “alto” (bandeira vermelha), 50% dos estudantes presentes em sala;
  • Em grau “médio” (bandeira laranja), 70% dos estudantes presentes em sala;
  • Em grau “tolerável” (bandeira amarela), 90% dos estudantes presentes em sala;
  • Em grau de risco “baixo” (bandeira verde), 100% dos estudantes presentes em sala.

Conforme a SED (Secretaria Estadual de Educação), a média de ocupação das salas na rede estadual é de 30 estudantes – segundo dados do Inep –, o cenário seria o seguinte:

  • Grau “extremo” (bandeira cinza): 09 estudantes em sala;
  • Grau “alto” (bandeira vermelha): 15 estudantes em sala;
  • Grau “médio” (bandeira laranja): 21 estudantes em sala;
  • Grau “tolerável” (bandeira amarela): 27 estudantes em sala;
  • Grau “baixo” (bandeira verde): 30 estudantes em sala.

Cada aluno receberá três máscaras de proteção reutilizáveis para assistir às aulas de forma presencial. Ainda segundo a SED, a entrega das máscaras começou em março deste ano e cada instituição optou por receber os equipamentos de forma antecipada ou na data de retorno das atividades.



Midiamax