Seja bem vindo
Paraíso das Águas,18/08/2022

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Enfermeira é morta com 20 facadas; filho é preso como suspeito

    Homem estava exaltado e foi levado pela polícia para prestar esclarecimentos

    Foto: RD NEWS
    Enfermeira é morta com 20 facadas; filho é preso como suspeito

    Reprodução


    Conforme informações do site RD News, a enfermeira do Hospital Municipal de Cuiabá, Fabiana Maria Amado da Silva, de 39 anos, foi encontrada morta dentro de casa com mais de 20 facadas, na madrugada desta segunda (1), no bairro Parque Paiaguás, em Várzea Grande(MT). O filho dela, de 19 anos, foi preso suspeito de ter cometido o crime.

    De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais militares foram acionados por volta de 3h para atender a uma ocorrência de suicídio. No entanto, quando chegaram no endereço, encontraram o filho da vítima bastante exaltado. Ele não soube precisar o que aconteceu.

    O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e constatou a morte da vítima. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também foi acionada e verificou que a vítima tinha mais de 20 perfurações na região do peito. Ainda de acordo com o boletim, vizinhos ouviram gritos de socorro da casa. Porém, preferiram não se manifestar.

    filho foi levado para a delegacia para prestar depoimento. Como apresentou resistência, ele foi algemado. 

    Durante o trajeto, ele continuou exaltado, xingando e gritando com os militares. Em nota, o Coren lamentou a morte de Fabiana que atua como enfermeira desde 2015. Antes, era técnica de enfermagem. Segundo o conselho, ela trabalhou em unidades como o Hospital Regional de Alta Floresta, Hospital Metropolitano e o Centro de Testagem de Covid-19, em Cuiabá. Seu último emprego foi no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

    Nota de pesar

    O Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT) lamenta a morte da enfermeira Fabiana Maria Amaro da Silva, de 39 anos, na madrugada desta segunda (1º), em Várzea Grande.

    Enfermeira desde 2015, a profissional começou sua carreira na saúde como técnica de enfermagem, em 2007. Ela trabalhou em unidades como o Hospital Regional de Alta Floresta, Hospital Metropolitano e o Centro de Testagem de Covid-19, em Cuiabá. Seu último emprego foi no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

    Neste momento de tristeza, o Coren-MT presta as suas condolências aos familiares e amigos de Fabiana.

    Fonte: RDNEWS



    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login