Câmara de Chapadão do Sul elege Elton Silva como novo presidente

Por Fernando Brito 08/10/2019 - 09:46 hs

Caçula na Câmara de Vereadores e também na família humilde com oito cinco irmãos homens e três mulheres Elton Silva se viu obrigado a buscar alternativas que melhorasse as suas chances de sobrevivência na comunidade do “Cachorro Sentado” em Cassilândia. Veio com um tio para Chapadão do Sul para catar raiz e logo a seguir algodão na Agropecuária Catléia. Este é o personagem da vida real que foi elevado à condição de presidente da Câmara de Vereadores numa votação marcada pelo imponderável na noite desta segunda-feira. A sessão  foi surpresa - decidida na última hora - e sem a previsibilidade de um resultado seguro. Sempre foi assim em relação ao agora presidente da Mesa Diretora para 2020 quando o assunto é a votação.

2020 CHEIO DE EMOÇÕES - Em linhas gerais Elton Silva é o candidato da situação que se mantém no comando do Poder Legislativo pela  maioria contra Mica que teve os votos da oposição (minoria). Ele vai comandar a Mesa Diretora da Câmara no momento mais emblemático que será o ano eleitoral de 2020. Será o último parlamentar da atual legislatura a presidir a Câmara de Vereadores de Chapadão do Sul. Terá a seu favor a experiência de um segundo mandato, uma boa relação com os demais vereadores e a certeza do bom trânsito com o Poder Executivo.

PRESIDNTE QUE TOMARÁ DECISÕES - A cidade vai ganhar porque Elton Silva não será um parlamentar da “desconstrução”, mas defenderá a posição do Legislativo na fiscalização dos atos do Executivo.  O ano legislativo de 2020 será bem diferente dos três últimos porque o atual presidente não é previsível e sempre toma decisões, por mais polêmicas que sejam. Nascido em 22 de Abril de 1981, em Cassilândia, Alto Tamandaré (Cachorro Sentado)   com pouca idade já saiu de casa para buscar renda para sobreviver.

CATADOR DE RAIZ A PRESIDENTE - Com seu tio veio trabalhar na lavoura de algodão da Fazenda Catleia, onde  já começou a empreender. Trabalhava como braçal durante o dia e logo percebeu a necessidade de comercializar alguns itens de necessidade aos colegas de trabalho. Fazia compras no mercado para vender no período noturno e à partir dali empreender em outros municípios da região. Começou à fazer mapas das cidades, listas telefônicas e também eventos culturais em toda região.

INTERESSE NA POLÍTICA - Montou em Chapadão do Sul sua base até começar a despertar o interesse pela política. Apoiou a reeleição do então prefeito Jocelito Krug e - em 2010 - ajudou eleger o Deputado Paulo Corrêa, mais votado no município. Não demorou para formatar a ideia de se lançar a vereador. Em 2012,  na sua primeira eleição como candidato, foi eleito em 9° lugar com 325 votos. Na eleição de 2016 ficou em 4° lugar com 525 votos, num progresso político surpreendente. Em 2014 e 2018 foi um dos puxadores de votos para o atual presidente da Assembleia Legislativa, o mais votado no município.

Por César Rodrigues/Chapadense News