PLANTÃO POLICIAL: Polícia Civil realiza operação e descobre suposto esquema de compra de votos em Paraíso das Águas

A operação foi anunciada pelo delegado, Dr. Alexandro Mendes de Araújo na semana passada, na rádio da cidade.

Por Fernando Brito 11/11/2020 - 18:45 hs
Foto: BNC Notícias
PLANTÃO POLICIAL: Polícia Civil realiza operação e descobre suposto esquema de compra de votos em Paraíso das Águas
Delegado comentou a ação que resultou no flagrante de 15 cestas básicas.


A Polícia Civil de Paraíso das Águas deflagrou a operação "Eleição Legal", para inibir crimes eleitorais no município. Desde a manhã desta quarta-feira(11) a força policial, no comando do delegado de Polícia Civil, Dr. Alexandro Mendes de Araújo, empreendeu uma investigação em que envolvia um suposto esquema de compras de votos, por meio de cestas básicas.

Durante a investigação a polícia chegou em uma mulher, de 43 anos, moradora da Rua Severiano Rodrigues do Nascimento e com ordem judicial, encontrou no interior do imóvel, 15 cestas básicas suspeitas. A mulher, que supostamente trabalha como cabo eleitoral de uma coligação que disputa a prefeitura de Paraíso das Águas, estava com um botom de um candidato a prefeito do município.

À reportagem do BNC Notícias, a suspeita negou que as cestas seriam para compra de votos, disse que doaria para famílias carentes, como faz de costume.

A Polícia Civil informou que ainda há informações de mais cestas escondidas para distribuição às vésperas das das eleições.

Para o delegado, não há dúvidas de que as cestas seriam para o esquema de compra de votos. A investigação prossegue e ainda pode haver mais candidatos, desta vez, candidato a vereador também de outra coligação, também envolvidos neste esquema, o que será apurado pela autoridade policial.


A polícia ainda está checando se existe nota fiscal das cestas e se estas notas foram adulteradas ou utilizados nomes fantasmas em sua emissão, ainda em investigação da polícia.

"Estamos frisando há dias, que estaremos de olho e não permitiremos nenhum tipo de crime contra a democracia e infelizmente nos deparamos com uma situação constrangedora como esta", disse o delegado.

O fato ocorreu lamentavelmente no mesmo dia em que o promotor de justiça eleitoral, esteve na rádio FM Paraíso, justamente falando sobre a preventiva contra os crimes eleitorais.

"Objetivo da operação é evitar crimes eleitorais e que prevaleça a vontade do povo. Não descansaremos. Colocamos todo nosso efetivo na rua, investigando e apurando, não aceitaremos afronta contra a democracia", afirmou o delegado.

Denúncias poderão ser feitas no:

67-3248-1393.

67-9 9987-9940 (Plantão Polícia Civil)

Assista no YouTube clicando aqui