Costa Rica pode ganhar Delegacia da Mulher e IML

Secretário de Segurança discute novos projetos para a Polícia Civil com prefeito eleito de Costa Rica

Por Fernando Brito 20/11/2020 - 10:03 hs

O secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Antonio Carlos Videira, recebeu na tarde desta quinta-feira (19), no gabinete da Sejusp, em Campo Grande, o delegado Cleverson Alves dos Santos, prefeito eleito de Costa Rica, para discutir melhorias para a segurança pública no município.

Conforme Videira, a Sejusp está dando início a estudos para a implantação do Instituto de Medicina Legal (IML) e a Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM), visando melhorar o atendimento à população. “Como prefeito eleito, o Cleverson nos procurou para solicitar a implantação do IML  e da Delegacia de Atendimento à Mulher em Costa Rica e nós estamos iniciando estudos para viabilizar esses dois projetos para o município”, explica.

Durante a reunião, o delegado Cleverson explicou que a falta de um IML e da DAM na cidade acaba onerando o Estado e dificultando o acesso da população à serviços especializados. “A mulher vítima de violência está em situação de fragilidade e vulnerabilidade e com uma unidade especializada é possível oferecer um atendimento melhor e mais humanizado”, acredita Cleverson.

Atualmente exames como necropsia e conjunção carnal em vítimas de violência sexual são realizados nos municípios próximos de Costa Rica que possuem IML, como Cassilândia, Paranaíba e Coxim, por exemplo. “Nós temos interesse em levar esses serviços para Costa Rica, não apenas para reduzir custos para o Estado, mas também para acelerar a conclusão dos procedimentos policiais e levar comodidade para os moradores da cidade”, garante o secretário de Segurança.

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI) da Polícia Civil, delegado Ivan Barreira, também esteve presente na reunião para discutir novos projetos para a instituição em Costa Rica.

FONTE: SEJUSP